.

.

domingo, 30 de agosto de 2015

NOSSOS PARABÉNS AO VIZINHO PRESIDENTE VENCESLAU

Show acontecendo

Presidente Venceslau

PÚBLICO FANTÁSTICO

Faive "arrebentando o balão"

Plantão/Blog do Toninho


Já estou na redação em casa. Para vir embora do recinto da Faive, notei a fila enorme de veículos na Rodovia Raposo Tavares por volta das 23h30 a partir do bairro Nico Moré. Na Carlos Platzeck, fila de carro a partir da curva com a ligação da Santa Sofia.



Muita gente no recinto neste momento e o show de Bruno e Barreto já começou há mais de meia hora. Uma grande festa em Presidente Venceslau.




O FUTURO DEPENDE DA EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS DE HOJE


29/08/2015 17h00

Dia da Criança chegou mais cedo em Anaurilândia

Da Assessoria

Alunos e alunas das Escolas Municipais Risque Rabisque e Paulo Ney receberam presentes

Ainda não é Outubro, tampouco Dia da Criança, mas a 1ª Dama e Secretária Municipal de Assistência Social de Anaurilândia, Berenice Guirado fez uma surpresa antecipada, para os alunos da Rede Municipal de Ensino.

Num clima de euforia, descontração e alegria, a primeira dama foi recepcionada pelos discentes, corpo docente e pela Diretora Prof.ª Samantha Galbero – Escola Prof. Paulo Ney e Prof.ª Ana Paula Correa – diretora da Escola Risque Rabisque.

Os referidos presentes entregues aos alunos e alunos de ambas escolas foi doação da Receita Federal, que atendeu à solicitação do Prefeito Vagner Guirado e da 1ª Dama. Conforme Berenice, “isto não significa que vamos esquecer o Dia da Criança, em Outubro, tampouco das demais e assim como nos anos anteriores, desde o início de nossa gestão iremos, atender nossas crianças”.


RECEIO AFASTA DOADORES

Estoque de sangue do Hospital Regional está no limite

Medo ainda é um dos principais motivos que afastam os doadores.
Não há mais bolsas dos tipos negativos O, A, B e AB.

Do G1 Presidente Prudente
O Hospital Regional de Presidente Prudente está com o estoque de sangue no limite. Todos os meses, são utilizadas mais de mil bolsas, com atendimentos feitos a moradores de todo o Oeste Paulista. E o medo ainda é o principal motivo que afasta os doadores.
“A nossa população tem medo da picada da agulha, medo de contrair doenças por meio da doação, medo de doar uma vez e ter que doar sempre, de engordar ou emagrecer, de ter hipo ou hipertensão arterial e todos esses medos são fantasias”, explica a coordenadora do banco de sangue do HR, Margarida Silveira.
A situação é considerada de risco, já que a quantidade é insuficiente. A situação mais crítica é dos tipos negativos O, A, B e AB, que já não possuem bolsas no estoque. “Recebemos todos os dias um grande número de pacientes, muitos em estado muito grave. Há os pacientes com câncer, com doenças hematológicas graves e todos precisam da transfusão de sangue para contribuir no tratamento e salvar a vida desses doentes”, ressalta Margarida.

Algumas pessoas que doaram pela primeira vez dizem que não se incomodam com os mitos sobre a doação de sangue porque reconhecem a importância da ação. “O meu tio está aqui, também já fui internado aqui e precisei. Então, é um ato de boa fé”, diz o administrativo Willian do Nascimento. "É importante, a minha amiga esteve internada e não só ela, mas muitos precisam. Ajuda a salvar uma vida”, fala Tais Aparecida.
São atitudes assim que contribuíram com a filha da dona de casa Valdenira Souza. A moça se recupera de um parto complicado no HR. Agora ela está bem, mas perdeu muito sangue durante o nascimento do bebê.
“Ela está corada porque ela nem estava andando. Ia tomar banho e ficava caindo. É através do sangue que ela está se recuperando. Eu acho que quem tiver, que doe sangue porque é muito bom. Ninguém nunca sabe quando vai precisar porque eu nunca achei que minha filha fosse precisar”, conta.
O banco de sangue do Hospital Regional funciona todos os dias das 7h às 17h. Já o da Santa Casa de Misericórdia é aberto de segunda a sexta das 7h às 17h, e aos sábados das 7h às 12h.

sábado, 29 de agosto de 2015

MAIS DADOS GEOGRÁFICOS DO VIZINHO PARANÁ

Maringá e Londrina ganham mais de 5 mil habitantes em um ano, diz IBGE

Municípios continuam como os maiores do interior do Paraná em população.
Londrina tem, agora, 548 mil habitantes, enquanto Maringá vai a 397 mil.

Do G1 PR, em Maringá
Maringá e Londrina ganharam mais de 5 mil habitantes entre a metade do ano de 2014 até o mesmo período de 2015, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (28).
Os dois são, respectivamente, os municípios com maior crescimento populacional no interior do Paraná no último ano - Maringá foi de 391.698 a 397.437, enquanto Londrina saiu de 543.003 para 548.249. Continuam, portanto, isolados como os maiores interioranos do estado.
Apenas Curitiba ganhou mais moradores no estado, indo de 1.864.416 a 1.879.355. Ao todo, a população do Paraná chegou a 11.163.018 - o quinto maior do Brasil, atrás de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.
Ainda conforme o levantamento do IBGE, a região metropolitana de Londrina agora tem 1.076.454 habitantes - é a 26ª maior do país. Maringá chega a 754.570 moradores nos 25 municípios que fazem parte do que é considerado região metropolitana.
"Não é o número que temos que avaliar. Temos que ver como foi a distribuição desse crescimento, para fazermos uma ordenação das políticas públicas e direcionar melhorias para esses locais. Precisamos de soluções para a área de educação, saúde e mobilidade urbana, por exemplo. Com a pesquisa, temos, agora, que pensar em melhorias", comenta o secretário de Planejamento de Maringá, Laércio Barbão.
A data de referência da pesquisa é 1º de julho de 2015. O método usado para calcular a população é explicado em um documento divulgado pelo instituto. A tabela com todos os dados dos 5.570 municípios do país está no site do IBGE.

EXCELENTE CONTEÚDO PARA UMA AULA DE GEOGRAFIA

29 de agosto de 2015 
População brasileira supera os 204 milhões
Postado por Jessica Silva
 Comércio da 25 de março
O estado de São Paulo é o mais populoso, com 44,4 milhões de habitantesArquivo/Agencia Brasil

A população brasileira superou a marca dos 204 milhões de habitantes neste ano. Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgadas nesta sexta-feira (28) no Diário Oficial da União, o país tinha, em 1° de julho, 204.450.649 habitantes. No ano passado, a população estimada era 202.768.562.

O IBGE também divulgou as populações das 27 unidades da Federação e dos municípios brasileiros. O estado mais populoso do país, São Paulo, tem 44,4 milhões de pessoas. Mais cinco estados têm populações que superam os 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (20,87 milhões), Rio de Janeiro (16,55 milhões), Bahia (15,2 milhões), Rio Grande do Sul (11,25 milhões) e Paraná (11,16 milhões).

Três estados têm populações menores do que 1 milhão: Roraima (505,7 mil), Amapá (766,7 mil) e Acre (803,5 mil).


As demais unidades da Federação têm as seguintes populações: Pernambuco (9,34 milhões), Ceará (8,9 milhões), Pará (8,17 milhões), Maranhão (6,9 milhões), Santa Catarina (6,82 milhões), Goiás (6,61 milhões), Paraíba (3,97 milhões), Amazonas (3,94 milhões), Espírito Santo (3,93 milhões), Rio Grande do Norte (3,44 milhões), Alagoas (3,34 milhões), Mato Grosso (3,26 milhões), Piauí (3,2 milhões), Distrito Federal (2,91 milhões), Mato Grosso do Sul (2,65 milhões), Sergipe (2,24 milhões), Rondônia (1,77 milhão) e Tocantins (1,51 milhão).

É ASSIM QUE O BRASIL CAMINHA!

Sex, 28 de Agosto 2015 - 15:16

Rede estadual de São Paulo descartou 34,2 toneladas de merenda vencida

Por: Isabela Palhares - O Estado de S. Paulo - 27/08/2015
Com um sistema que “dificulta” o controle de estoque e um método “deficiente” de contagem de refeições, de acordo com relatório do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE­SP), a rede estadual de ensino descartou no ano passado ao menos 34,2 toneladas de alimentos vencidos que seriam destinados à merenda escolar.
O tribunal visitou 135 escolas da rede estadual (72 delas na capital e 63 no interior), entre setembro e dezembro do ano passado, para preparar o relatório feito pela diretoria que analisou as contas do governador Geraldo Alckmin (PSDB) de 2014, que foram aprovadas com ressalvas.
O Ministério Público Federal (MPF) e o Estadual (MPE) também têm procedimentos preparatórios para apurar irregularidades na alimentação escolar do Estado. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia do governo federal que faz os repasses para a merenda, disse ter também encontrado problemas, como número insuficiente de nutricionistas e inconformidades na infraestrutura das cozinhas e depósitos de alimentos, no ano passado, e que deve fazer uma nova auditoria nesta semana.
Além de ter encontrado os alimentos vencidos, o relatório também apontou que, nas escolas com cozinha centralizada (que recebem alimentos diretamente do Estado e têm o preparo das refeições por equipes terceirizadas), 92,8% disseram ter algum tipo formal de controle do estoque. No entanto, em 61,5% delas os dados do controle não correspondiam aos alimentos existentes. Já nas escolas com cozinha descentralizada (que recebem os alimentos ou refeições diretamente do município) apenas 45,9% disseram ter controle formal do estoque e em 17,8% as informações não correspondiam aos alimentos.
Nas escolas com cozinha centralizada, a necessidade de usar algum produto com validade próxima ao vencimento foi a principal razão para alterar o cardápio. Além disso, 57,1% delas disseram já ter recebido produtos com validade próxima ao vencimento e 41,4% disseram que já tiveram de solicitar o descarte de produtos vencidos. “O controle de estoque das escolas resta prejudicado pelo fato de não haver um sistema de integração automática e, em tempo real, na leitura da quantidade baixada de produtos em estoque de cada escola”, conclui o relatório.
O TCE apontou que o método de medição dos serviços contratados para a merenda é deficiente. O serviço é remunerado com base na quantidade de refeições servidas, mas, nas visitas, verificou­se “várias fragilidades”. As refeições não são registradas após os intervalos e nem no mesmo dia, mas apenas uma vez por semana. Também houve caso da contagem ser feita mesmo antes do consumo. A contagem das refeições é uma das denúncias apuradas pelo MPF.
A procuradoria também apura a prestação de contas de refeições servidas nos meses de férias escolares (janeiro, julho e dezembro), de 2011 a 2013, o mesmo número de refeições contabilizadas em meses de aulas – cerca de um milhão de refeições por dia.
Comida enlatada. O TCE ainda apontou que nem todas as escolas visitadas tinham condições adequadas para a preparação e armazenagem dos alimentos. Também observou e recomendou ao governo do Estado que diminua a quantidade de alimentos enlatados e ensacados servidos aos alunos. "Algumas situações inusitadas foram encontradas, como por exemplo: ­ o feijão enlatado era lavado para retirar o caldo escuro e o cheiro de lata? ­ o frango enlatado era lavado para retirar o odor desagradável? ­ o arroz com legumes era lavado para retirar o tempero do produto (que não agradava ao paladar dos alunos e era muito salgado)", dizia o relatório.
Resposta. A Secretaria de Estado da Educação informou que distribui 25 mil toneladas por ano aos alunos e que em 2014 adotou uma nova ferramenta que permite registros diários por escola. Sobre os alimentos vencidos descartados, disse que no ano passado constatou uma falha de uma das empresas prestadoras de serviço durante a estocagem de arroz, antes da distribuição às escolas. A empresa, segundo a pasta, foi autuada, ressarciu os prejuízos e não presta mais serviço para as escolas.
Sobre a contagem de refeições nos meses de férias escolares, a secretaria informou que no ano passado, por causa da Copa do Mundo, houve aulas em janeiro, julho e dezembro. E que no mês de julho há aulas de reforço para os alunos que precisam nas escolas. No entanto, o MPF investiga a denúncia de refeições servidas nos meses de férias escolares entre 2011 e 2013, e não no ano passado.
29 de agosto de 2015 
Policial de folga reage a assalto, um bandido é morto e outro está em estado grave
Postado por Jessica Silva

Fotos: Rádio Caçula 
Por volta das 22h da data de ontem (27), a ROTAI (Rondas Ostensivas Táticas do Interior) foi acionada até a Rua Faria Zaguir, número 1344, Bairro Paranapungá em Três Lagoas (MS), para atender ocorrência de roubo com cárcere privado e disparo de arma de fogo.
No local, os militares foram informados pelo Policial Militar R.G.S.C. que o mesmo estava acompanhado de familiares na residência de seu tio M.C.V. e por volta das 21h 50m, estavam todos dentro da casa e, foram rendidos por dois indivíduos encapuzados que pularam os muros e anunciaram o assalto, sendo que um deles estava armado com uma pistola e ameaçou de morte todos os parentes que estavam no local.
A Guarnição observou dois indivíduos caídos no chão da casa, um no corredor, o qual estava com uma pistola modelo 7,65 mm, marca Taurus ao lado do corpo e outro na entrada de um quarto, os quais estavam bem próximos um do outro, foi averiguado que ambos autores estavam vivos, porém precisavam de cuidados médicos com urgência, sendo, de imediato, foram conduzidos pela equipe policial para o Hospital Auxiliadora.
No hospital foi identificado um dos autores como sendo Natanael da Silva Rezende (20 anos) o qual apresentava duas perfurações por arma de fogo na região do tórax, tinha em seus bolsos dois aparelhos celulares e a chave do veículo da vítima M.C.V.
 
O outro autor, também alvejado no tórax por um disparo, segundo informações veio a óbito por volta das 23h e até o momento não foi identificado, sendo que apresenta as seguintes características: cor parda, magro, altura aproximada de 1,65m, cabelo corte tipo moicano, tatuagem na perna esquerda de um dragão e na perna direita uma carpa, tatuagem no antebraço esquerdo escrito “Luciana” em letra de forma maiúscula, tatuagem no tórax lateral esquerdo de um escorpião grande, tatuagem no ombro direito de uma coroa, tatuagem na mão esquerda com os dizeres em letra cursiva “chore agora, ri depois” e uma tatuagem de uma pistola no antebraço direito. O corpo está no Instituto Médico Legal (IML), de Três Lagoas, para reconhecimento e se não for identificado será enterrado como indigente.
Foi constatado que a arma dos bandidos falhou porque a munição foi carregada de forma errada, ou seja, as balas foram colocadas ao contrário.
O autor Natanael da Silva Rezende tem passagens pela polícia por tráfico de drogas, receptação, vias de fato e porte de drogas e, segundo informações, estaria envolvido em um homicídio que teve grande repercussão no município, que ficou conhecido por morte do Peito de Pomba.
29/08/2015 15h15 - Atualizado em 29/08/2015 15h15

Ladrão empurra ar condicionado da parede para entrar em casa

Foram levados notebook e joias do imóvel, em Presidente Prudente.
Crime aconteceu quando a moradora se ausentou do local.

Do G1 Presidente Prudente
Uma casa no Residencial Nosaki, em Presidente Prudente, foi furtada na noite desta sexta-feira (28). Conforme consta no Boletim de Ocorrência, o ladrão entrou no imóvel depois de derrubar o ar condicionado no chão.
A vítima, uma advogada de 56 anos, relatou à Polícia Militar que saiu de sua casa por volta das 19h20 e quando retornou, às 21h15, “encontrou o ar condicionado no chão” e verificou que havia sido furtada.
Ela disse ainda que foram subtraídos um notebook, um anel, uma corrente e uma pulseira com pingente, sendo todas as joias de ouro.
Ainda segundo o BO, foi requisitado o exame pericial para o local.
29/08/2015 09h23 - Atualizado em 29/08/2015 14h57

Bandidos fazem reféns e explodem caixas eletrônicos de dois bancos

Assalto ocorreu durante a madrugada, em Euclides da Cunha Paulista.
Na fuga, os criminosos chegaram a disparar tiros contra uma viatura da PM.

Gelson NettoDo G1 Presidente Prudente
Bandidos explodiram caixas eletrônicos em Euclides da Cunha Paulista (Foto: Bruna Bachega/TV Fronteira)Bandidos explodiram caixas eletrônicos em Euclides da Cunha Paulista (Foto: Bruna Bachega/TV Fronteira)







A cidade de Euclides da Cunha Paulista viveu na madrugada deste sábado (29) cenas de um filme de terror protagonizadas por uma quadrilha de assaltantes que explodiu caixas eletrônicos e roubou agências bancárias. Os criminosos, que chegaram a fazer reféns, conseguiram fugir.
Os alvos dos bandidos foram uma agência do Banco do Brasil e um posto de atendimento do Bradesco, localizados a cerca de 150 metros de distância, na Avenida Euclides da Cunha, na Vila Balneário.
De acordo com a Polícia Civil, as explosões ocorreram por volta das 3h30.
No Banco do Brasil, oito homens encapuzados e fortemente armados explodiram dois caixas eletrônicos. Eles tiveram acesso ao dinheiro de apenas um dos cofres e a polícia ainda não soube quantificar o montante levado. Os criminosos usaram dois veículos de cor prata, que não tiveram as placas identificadas: um VW Gol e um VW Saveiro.
Além disso, um VW Voyage que também estava nas proximidades foi atingido na lataria e em uma das rodas por cinco tiros disparados pelos assaltantes.Reféns
Os ladrões dispararam tiros para o alto e renderam pessoas que estavam em uma lanchonete ao lado da agência bancária. Segundo a Polícia Civil, os criminosos mandaram que os reféns caminhassem até uma esquina próxima ao banco, onde ficaram sob a mira de armas de dois integrantes da quadrilha. Enquanto isso, um assaltante fechava a outra esquina com o objetivo de impedir o trânsito em frente à agência. Um homem que estava entre os reféns tentou se afastar e foi ferido levemente na cabeça pelos bandidos. Os assaltantes, segundo a Polícia Civil, ainda dispararam tiros contra o veículo desta mesma vítima. O Fiat Strada, que estava estacionado em frente ao banco, foi atingido no paralamas dianteiro esquerdo e no pneu do mesmo lado.
Abordagem
Após as explosões, os bandidos fugiram, mas ainda abordaram um GM Onix que era conduzido por uma mulher que passava pelo local no momento do assalto. Os ladrões levaram R$ 150, documentos e o celular da vítima.
Simultaneamente à ação no Banco do Brasil, outros integrantes do bando explodiram o posto de atendimento do Bradesco, na mesma avenida. Conforme a Polícia Civil, o estabelecimento ficou completamente destruído e, aparentemente, os criminosos conseguiram ter acesso ao cofre do único caixa eletrônico do local e levaram parte do dinheiro depositado. Dois veículos – um preto e um utilitário branco – foram vistos nas proximidades da ação no Bradesco, mas não acabaram identificados. A polícia também não apurou os valores roubados do local.
Ainda na fuga, os ladrões chegaram a disparar tiros contra uma viatura da Polícia Militar, mas não atingiram o veículo nem os policiais que trabalhavam no local.