segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

PRESIDENTE DA CÂMARA DE PRESIDENTE EPITÁCIO É CONDENADO POR CORRUÇÃO

Pena é de cinco anos e oito meses de reclusão, em regime inicial semiaberto.
Sentença da primeira instância também condena empresário
.

Gelson Netto e Heloise HamadaDo G1 Presidente Prudente
Vereador Luiz Thiago Silva Júnior, Juninho do Rap (Foto: Câmara de Presidente Epitácio/Divulgação)Vereador Luiz Thiago Silva Júnior, o Juninho do Rap (Foto: Câmara de Presidente Epitácio/Divulgação)
O atual presidente da Câmara Municipal de Presidente Epitácio, vereador Luiz Thiago Silva Júnior (PSDB), foi condenado nesta segunda-feira (20), em primeira instância, a uma pena de cinco anos e oito meses de reclusão, em regime inicial semiaberto, pelo crime de corrupção passiva, previsto no artigo 317 do Código Penal. Como a pena aplicada é superior a um ano e o crime “foi praticado com violação de dever com a Administração Pública”, a sentença da juíza da 2ª Vara do Fórum da Comarca de Presidente Epitácio, Larissa Cerqueira de Oliveira, ainda condenou Silva Júnior, conhecido popularmente como Juninho do Rap, à perda do cargo eletivo de vereador.
Além disso, conforme a decisão judicial, ele terá de pagar 131 dias-multa, no valor de um sexto do salário mínimo vigente à época dos fatos denunciados na ação penal movida pelo Ministério Público Estadual (MPE).
Na mesma sentença, a juíza também condenou a cinco anos e oito meses de reclusão, em regime inicial semiaberto, o empresário Atos Batista de Souza, como incurso no artigo 333 do Código Penal, pelo crime de corrupção ativa. Conforme a decisão judicial, ele ainda terá de pagar 131 dias-multa, no valor de um terço do salário mínimo vigente à época dos fatos.
A juíza concedeu a ambos os réus o direito de recorrer em liberdade da sentença, “eis que inexistem os temores autorizativos da prisão cautelar e seus requisitos, e ainda, por terem respondido a todo o trâmite processual nesta condição”.
De acordo com a sentença, os dois foram acusados de propor um esquema de fraudes em licitações de obras realizadas pela Prefeitura de Presidente Epitácio para beneficiar a empreiteira de Atos Batista de Souza em troca do apoio do vereador aos projetos de interesse do Poder Executivo em tramitação na Câmara Municipal.
Conversa na Prefeitura
Foi apresentada à Justiça a gravação de uma conversa entre os réus e o então prefeito de Presidente Epitácio, Sidnei Caio da Silva Junqueira (PSB), conhecido popularmente como Picucha, ocorrida em 2013, na sede do Poder Executivo.
"Eu fui procurado pelo vereador Juninho, que queria conversar comigo com a presença do Atos, que é um empreiteiro do município, e aí eu marquei uma audiência no meu gabinete e eles foram ao meu gabinete, atendi os dois no meu gabinete. Nós iniciamos a nossa conversa, ele comentando de uma obra que ele tinha com a FDE [Fundação para o Desenvolvimento da Educação], uma reforma de uma Escola Estadual que estava com algumas pendências, que ele precisaria sanar essas pendências para poder participar dos processos licitatórios da minha gestão. Estranhamente os dois começaram a falar da possibilidade do apoio do vereador Luiz Thiago, caso algumas obras fossem repassadas para a empresa do Atos. Em troca disso, eu teria o apoio do Luiz Thiago nos meus projetos. Luiz Thiago era vereador eleito em outro palanque, fazia oposição ao meu governo, e tiveram mais conversas (...). Assim que eu desse as obras que ele participasse do processo licitatório e ganhasse as obras, a empresa, o Atos, ajudaria financeiramente o Luiz Thiago em troca do apoio (...). Ele disse que daria apoio para os meus projetos. Pediu que eu ajudasse a empresa do Atos e ele daria o apoio. Ele pegando as obras ou então existiam, na verdade, duas possibilidades, seriam ele pegar a obra ou a Prefeitura contratar serviço de consultoria da empresa do Atos e dessa empresa ele ajudaria o Luiz Thiago", afirmou o ex-prefeito Sidnei Caio da Silva Junqueira, em depoimento como testemunha à Justiça.
Em seus interrogatórios judiciais, tanto o empreiteiro como o vereador negaram a prática criminosa.
"Essa conversa ocorreu a pedido do prefeito, nós temos amizade, aproveitando a amizade entre eu e o vereador e os outros demais da cidade que eu tenho, para que ele fizesse uma aproximação em virtude de coisas postadas em rede sociais entre ele e o vereador. Por eu ser amigo dos dois, ele pediu que eu fosse até essa reunião, me ligou várias vezes, até porque também tinha interesse em receber uma obra que estava concluída e eu não tinha recebido por repasse, isso de outra administração. Eu tenho uma empresa de consultoria e eu falei que tinha interesse em ser parceiro do município, mas nada aconteceu. Acho que, sabendo que estava gravando, ele quis induzir alguma coisa, mas a gente em momento algum participou de licitação na administração”, afirmou Atos Batista de Souza.
"Esta reunião demorou muito tempo, foi uma reunião muito longa que teve vários tipos de assuntos muito maiores do que tem neste vídeo que ele apresentou. E lá teve alguns assuntos, por exemplo, o Atos tinha um pendência com a Prefeitura, de um dinheiro que era da administração anterior, que ele estava solicitando que ele recebesse, que o prefeito Picucha pagasse a dívida, né, pagasse a dívida. Nisso o prefeito pediu para que eu desse uma aliviada, fizesse parceria com ele, entre o Legislativo e o Executivo, e a conversa foi nessa maneira. Em nenhum momento eu imponho condições para que eu faça alguma ajuda. Eu não recebi nenhum dinheiro, eu não tentei facilitar a vida de ninguém e ele poderia soltar o vídeo, eu sabia que ele iria soltar o vídeo. Eu queria deixar claro que isso aí foi totalmente tendencioso, pra eu tentar falar alguma coisa para me comprometer e ele tentar depois fazer isso como barganha para que eu não agisse com o meu trabalho de fiscalização, que eu fiz até o fim do mandado", alegou Luiz Thiago Silva Júnior.
Apesar da negativa de autoria, “a versão apresentada não encontra amparo em qualquer elemento seguro de prova e, por isso, é pouco crível”, segundo a juíza Larissa Cerqueira de Oliveira.
“Enfatizo que as declarações proferidas na reunião constante na gravação ambiental, e ainda, demais elementos presentes nos autos demonstram, com segurança, o intuito dos réus de obterem e solicitarem vantagem indevida em troca de apoio político e privilégios em procedimentos licitatórios na cidade de Presidente Epitácio”, salientou a magistrada.
Ainda conforme a juíza, a degravação da conversa entre os envolvidos permite “claramente” a observação da “fraude perpetrada no esquema de licitações e de desvio de erário”.
“Por conseguinte, é nítido que o réu Atos Batista de Souza ofereceu e prometeu vantagem indevida ao Prefeito Municipal de Presidente Epitácio (SP) para direcionar, mediante fraude, a adjudicação de licitações à sua construtora, e ainda, com o ganho financeiro advindo, providenciar o repasse solicitado pelo réu Luiz Thiago Silva Júnior em troca de apoio político ao Prefeito Municipal na Câmara Municipal para votação de projetos de lei”, apontou a juíza.
Decisão pede suspensão do vereador Juninho do Rap (Foto: Reprodução/TV Fronteira)Presidente da Câmara Municipal de Presidente Epitácio foi condenado por corrupção (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
'Mensalão'
De acordo com a magistrada, a situação verificada em Presidente Epitácio assemelha-se ao caso do chamado “Mensalão”, que tramitou no Supremo Tribunal Federal (STF), através da Ação Penal nº 470.
“Ressalta-se que tal situação se assemelha ao emblemático caso denominado ‘mensalão’ (Ação Penal nº 470 do STF), no qual havia o pagamento de propina por apoio político, utilizando-se, para tanto, de empresas para o repasse dos ativos financeiros”, comparou a magistrada.
“Não obstante os argumentos dos zelosos e combativos defensores, vários indícios indicam que os réus praticaram o crime imputado”, considerou a juíza.
“Não há que se falar em tentativa, como pretende aduzir a defesa do réu Luiz Thiago Silva Júnior, uma vez que o crime de corrupção passiva foi praticado de forma verbal, ou seja, se consumando no momento em que houve a solicitação da vantagem indevida pelo agente público, independentemente do recebimento ulterior da referida vantagem. Da mesma forma, inviável o reconhecimento de crime impossível por configuração do chamado ‘delito de ensaio/preparado’ (Súmula 145 do STF), tendo em vista que não houve qualquer induzimento pelo Prefeito Municipal apto a ensejar as condutas narradas na denúncia, pelo contrário, na maior parte da reunião se manteve tão somente atendo às propostas dos réus sem, ao menos, proferir palavras ou gestos. No mais, não prospera a alegação de indispensabilidade do inquérito policial para subsidiar a ação penal, já que prescindível para a propositura da demanda se existente um conjunto probatório contundente, como nos autos”, argumentou Larissa Cerqueira de Oliveira.
“Dentro desta perspectiva, resta inegável que os réus praticaram o delito pelo qual estão sendo acusados, adequando sua conduta perfeitamente ao tipo penal (consunção formal e material), e ainda, inexistindo qualquer justificante ou exculpante de sua responsabilidade no caso in concreto, fatos que facilmente ocasionam a sua condenação”, concluiu a magistrada.
'Desrespeito da moralidade pública'
Ao estabelecer as penas para ambos, a juíza observou que “são desfavoráveis as circunstâncias previstas no artigo 59 do Código Penal, já que é preciso ser ponderado que o crime se deu dentro de repartição pública objetivando a formação de um duradouro esquema fraudulento de licitações e apoio político na Câmara Municipal, demonstrando uma maior audácia dos réus para o desrespeito da moralidade pública”.
Outro lado
Procurado pelo G1, o advogado Rodrigo Lemos Arteiro, que defende o vereador Luiz Thiago Silva Júnior, frisou que se pronunciará somente quando tomar conhecimento oficial da decisão judicial. “Ao se tomar conhecimento oficial da sentença, a defesa irá se manifestar”, pontuou ao G1.
Já o advogado Carlos Roberto Rossato, que atua na defesa de Atos Batista de Souza, afirmou aoG1 que a “sentença não faz jus às provas dos autos”. “Eu entendo que foi exasperada e a gente vai recorrer dela, com certeza, em segunda instância”, explicou.
MORREU ONTEM À NOITE NA ORLA EM PRESIDENTE EPITÁCIO
20 de fevereiro de 2017 
Corpo de homem desaparecido é encontrado na orla do Rio Paraná
Rapaz era de Nova Olímpia (MT) e estava em Presidente Epitácio. Bombeiros localizaram a vítima na manhã desta segunda-feira (20).
Postado por Jessica Silva

Corpo foi localizado na orla do Rio Paraná, em Presidente Epitácio (Foto: Corpo de Bombeiros/Cedida)Corpo foi localizado na orla do Rio Paraná, em Presidente Epitácio (Foto: Corpo de Bombeiros/Cedida)





  
O Corpo de Bombeiros localizou na manhã desta segunda-feira (20), na orla do Rio Paraná, em Presidente Epitácio, o corpo de um homem de 29 anos que, segundo a corporação, estava desaparecido desde a noite de domingo (19).
Ainda conforme os bombeiros, amigos da vítima relataram que o homem teria saído na noite deste domingo (19), por volta das 21h, sentido orla e não foi mais visto.
A corporação foi acionada na manhã desta segunda-feira (20) e, após buscas, encontrou o corpo do homem, por volta das 10h, ainda submerso na orla.
Também segundo os bombeiros, a vítima era moradora de Nova Olímpia (MT).
De acordo com informações da Polícia Civil, a corporação aguarda os laudos do Instituto Médico Legal (IML) para saber se a morte precisará ser investigada.
(Com a colaboração de Gabriel Buosi, da TV Fronteira).

Começa a valer hoje novo limite para compra de imóveis com o FGTS

Começa a valer hoje (20) a resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) que aumentou o limite máximo do valor dos imóveis novos adquiridos por meio do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Até 31 de dezembro deste ano, os mutuários poderão financiar imóveis de até R$ 1,5 milhão, utilizando recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Os financiamentos do SFH cobram juros menores que os demais financiamentos do mercado, de até 12% ao ano. Acima desses valores, valem as normas do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), com taxas mais altas e definidas livremente pelo mercado.

Essa foi a segunda elevação do limite nos últimos três meses. Em novembro, o CMN tinha reajustado o teto de financiamento de R$ 650 mil para R$ 800 mil, na maior parte do país, e de R$ 750 mil para R$ 950 mil no Distrito Federal, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo. O novo teto de R$ 1,5 milhão valerá para todas as regiões do país.

Em nota, o Ministério do Planejamento informou que a medida ampliará o acesso da população às taxas de juros mais baratas e possibilitará a movimentação dos recursos das contas vinculadas do FGTS para o pagamento das prestações.

AgenciaBrasil.

Universidades de MS têm 5,7 mil vagas sobrando, 65% do total oferecido

As quatro universidades de Mato Grosso do Sul que estão selecionando estudantes com base na nota do Enem 2016 só preencheram 35% das 8.732 vagas ofertadas. Na segunda chamada do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), foram convocados aprovados para aproveitar as 5.720 oportunidades em graduações que não foram aproveitadas.

Algumas das instituições abrem prazo para matrículas a partir de hoje (20).

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) é a que mais tem vagas sobrando, 2.613 – só preencheu metade das 4.575 vagas disponibilizadas em 97 cursos. A lista de classificação dos aprovados que estão na lista de espera será divulgada nesta segunda-feira (20) e as matrículas devem ser feitas entre terça (21) e quinta-feira no horário e local indicado para cada curso.

As vagas que sobrarem nesta chamada serão preenchidas por novas convocações. Mais informações no edital.

A Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) é a segunda com mais vagas, 1.794 do total de 2.348 ofertadas não foram preenchidas. As matrículas têm de ser feitas amanhã (20), a partir das 13h30, no campus ou unidade da instituição onde o aluno vai estudar, conforme consta no edital.

O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) tem 640 vagas sobrando – 85% do total de 750 vagas disponibilizadas inicialmente – e vai receber os candidatos para as matrículas nesta segunda e terça-feira, 20 e 21 fevereiro, nos endereços e horários disponíveis no edital da segunda chamada.

Por fim, a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) precisa preencher ainda 637 vagas. Mas, as matrículas só serão realizadas nos dias 6 e 7 de março, das 7h30 às 11h e das 13h30 às 17h, no anfiteatro da Unidade I da UFGD – rua João Rosa Góes, 1.761, Vila Progresso, em Dourados. O edital com a lista completa de convocados e os detalhes sobre a documentação necessária para a inscrição pode ser acessado aqui.

DaHoraBataguassu.




Acidente com paramotor mata empresário de 40 anos em MS



O empresário Adilson Peres Ruis, 40 anos, morreu em acidente com paramotor, no sítio Recanto do Sossego, às margens da MS-486, em Amambai, no fim da tarde de ontem (19).

De acordo com informações do site A Gazeta News, testemunhas disseram que o paramotor que o empresário pilotava estava em altura elevada quando começou a girar – tipo de manobra que na aviação é chamada de “parafuso”.

Os giros começaram a ficar cada vez mais rápidos e o equipamento acabou perdendo altura e bateu violentamente no chão do sítio. Com a queda, o empresário sofreu múltiplas fraturas e morreu na hora.

Conforme informações, pilotos de paramotor normalmente usam paraquedas reserva. No caso de Adilson, o paraquedas estava aberto no chão, mas testemunhas disseram não terem visto o equipamento que serve para ser usado em caso de emergência abrir no momento da queda. Inquérito policial foi aberto para investigar o acidente.

Adilson era dono de loja de calçados em Amambai. Ele era casado e deixa dois filhos menores de idade. Em Facebook, o empresário exibia vídeos e várias imagens de voos com paramotor.

DaHoraBataguassu.

Preso motorista que levaria pasta base de cocaína para Santa Catarina



Motorista de caminhão, de 39 anos, foi preso no final da tarde de ontem ao ser surpreendido por equipe da Polícia Federal (PF) transportando 35,9 quilos de pasta base de cocaína. Conforme o preso, droga seria levada para Joinville (SC).

Agentes faziam fiscalização no Posto Lampião Aceso, que fica na BR-262, em Corumbá, quando desconfiaram do nervosismo do homem que conduzia caminhão carregado com ferro-gusa.

Policiais então utilizaram cão farejador e, durante vistoria, encontraram a pasta base de cocaína escondida no caminhão.

DaHoraBataguassu.

Bolsa Família pode ser sacado até sexta-feira; em MS, 130,8 mil têm direito

O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário irá repassar R$ 2,4 bilhões aos beneficiários do Bolsa Família no mês de fevereiro. Ao todo, mais de 13,6 milhões de famílias no país, sendo 130.881 em Mato Grosso do Sul, terão a renda complementada pelo programa neste mês.Os pagamentos seguem até sexta-feira (24). Os recursos ficam disponíveis para saque durante 90 dias.

Para as famílias do Estado serão repassados R$ 22.355.904,00 – média de R$ 170,81 por beneficiário.

O pagamento é feito de forma escalonada e começaram no dia 13. Para saber em que dia sacar o dinheiro, a família deve observar o último dígito do NIS (Número de Identificação Social) impresso no cartão.

No primeiro dia, os depósitos foram feitos para as famílias com NIS de final 1. No segundo dia, os cartões terminados em 2 e, assim, sucessivamente. Nesta semana, portanto, recebem os cadastrados que têm NIS de finais entre 6 e 10.

O Bolsa Família é voltado para famílias extremamente pobres (renda per capita mensal de até R$ 85,00) e pobres (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00). Ao entrarem no programa, as famílias recebem o benefício mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

DaHoraBataguassu.

Grupo de sem-teto pretende mobilizar as autoridades para realização de programa habitacional em Batayporã



Na tarde deste domingo (19), representantes das 130 famílias que estão acampadas em uma área pertencente ao município de Batayporã, à margem da Rua Elpídio Lucas Arantes, próximo à Vila Nídio Boffo, desde o dia 30 de janeiro, realizaram uma reunião para traçar estratégias a fim de pleitear a liberação de terrenos.

Segundo Sidnei Aparecido de Oliveira, uma das lideranças do movimento, nos últimos dias, foram coletadas cópias dos documentos de todos os interessados em obter terrenos. Estas cópias foram encaminhadas para o Setor de Habitação, Prefeitura Municipal, Câmara Municipal e também, de acordo com ele, serão entregues à juíza de Direito da Comarca de Batayporã.

“Vamos lutar para tentar conseguir a inclusão destas famílias em algum programa habitacional, motivo pelo qual, encaminhamos estes documentos para as autoridades competentes, assim, os responsáveis poderão avaliar quais famílias se enquadram nos critérios exigidos por estes programas”, explicou.

De acordo com ele, a ocupação é pacífica e, caso haja alguma determinação judicial para que as famílias deixem a área, a decisão será cumprida. “Sabemos que invadir uma área que não nos pertence não é correto, mas esta é uma forma para chamar atenção do Poder Público a fim de que algum programa habitacional seja realizado. Estamos à disposição para dialogar com o Poder Público e tudo o que queremos é uma solução”, disse.

No último dia 02 de fevereiro, representantes das famílias estiveram nas dependências da Câmara Municipal de Batayporã para uma reunião com os representantes da Casa de Leis. Enquanto a maior parte do grupo aguardou no plenário, uma comissão formada por seis representantes dos sem-teto se reuniram no plenarinho com o presidente da Câmara Municipal, Cícero Leite e com os vereadores Cacildo Paião, Maurício Ribeiro, Denise Pesqueira e Germino Roz. Os demais vereadores não estiveram presentes devido a compromissos agendados anteriormente.

Durante a reunião, que contou também com a presença de representantes jurídicos tanto da Câmara quanto da Prefeitura Municipal, foi tratada a questão da invasão da área pública. A comissão das famílias disse ter consciência de a ocupação não é uma prática legítima e que os ocupantes pretendem deixar o local caso haja alguma determinação judicial neste sentido, no entanto, os representantes pediram aos vereadores que intercedam por eles para viabilizar a criação de um novo loteamento na cidade.

Os vereadores explicaram que o setor habitacional exige uma série de requisitos legais, como a necessidade de as famílias estarem previamente cadastradas, terem seus nomes inscritos no Bolsa Família entre outras exigências. Há também a questão da preferência para mães com crianças pequenas, viúvas e mulheres em geral. Em outras palavras, os representantes da Casa de Leis explicaram que não basta o desejo de fazer um loteamento, mas, para que isso ocorra é necessário um projeto técnico, bem como o cumprimento de uma série de requisitos legais, motivo pelo qual, a curto e a médio prazo, não será possível atender as reivindicações das famílias.

Por sua vez, o representante do município disse que o prefeito Jorge Takahashi irá buscar apoio em Campo Grande na intenção de que programas habitacionais, que em outras oportunidades, já contemplaram famílias no município, possam ser retomados em Batayporã.

Após a primeira reunião no plenarinho, a comissão dos sem-teto, juntamente com os vereadores Cícero, Germino e Denise, foram ao plenário, onde o restante das famílias aguardava, para transmitir as orientações a todos e tirar eventuais dúvidas.

Este grupo de sem-teto afirma que não tem qualquer ligação com as famílias que acamparam em outra área, próxima ao lixão municipal, e que, após ordem judicial, deixaram aquele espaço e agora estão em um terreno nas proximidades do Estádio Municipal.

NovaNews.

Polícia Militar de Bataguassu recupera motocicleta furtada e apreende adolescente infrator

A motocicleta foi abordada após os policiais suspeitarem que o condutor pudesse ser menor de idade.

Na noite deste sábado (18), a Polícia Militar, durante rondas no centro de Bataguassu (MS), recuperou uma motocicleta furtada em posse de um adolescente de 16 anos. O adolescente e a motocicleta foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil.

Por volta das 22h15, os militares realizando rondas ostensivas pela Avenida Campo Grande, avistaram dois adolescentes trafegando em uma motocicleta. Suspeitando que os ocupantes da motocicleta, possivelmente seriam menores de idade, foi dada ordem de parada ao condutor.

De acordo com o registro da ocorrência, os adolescentes, mesmo diante da ordem de parada, prosseguiram com a motocicleta por algumas ruas, sendo abordados na Rua Sidrolândia.

Ao pararem a motocicleta, o adolescente que estava na garupa conseguiu empreender fuga dos militares, não sendo mais localizado. Já o adolescente de 16 anos que conduzia a motocicleta permaneceu no local.

Após consultarem a placa da motocicleta, foi constatado queixa de furto, registrada no município de Presidente Epitácio (SP).

Diante do exposto, o adolescente infrator e a motocicleta foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil, para serem tomadas as devidas providências.

RadioPortalNews.

Após colisão, motociclista fica ferido e motorista de caminhonete foge

Acidente ocorreu em um cruzamento, no Centro de Presidente Epitácio.Vítima foi socorrida pelos bombeiros e levada para a Santa Casa.

Um homem de 34 anos ficou ferido após um acidente entre uma motocicleta Honda Biz e uma caminhonete, por volta das 23h50 deste domingo (19), no Centro de Presidente Epitácio. De acordo com as informações da Polícia Militar, o motorista da caminhonete fugiu do local.

Segundo a polícia, a colisão ocorreu no cruzamento da Avenida Presidente Vargas com a Rua Cuiabá. Após o acidente, o condutor da caminhonete fugiu.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para receber atendimento médico na Santa Casa da cidade, ainda conforme as informações da PM.

G1.Prudente

Sete vítimas de colisão frontal entre ônibus seguem internadas no HR

Três pacientes estão em estado grave e os demais, fora de risco.Pessoas que estavam no hospital de Teodoro Sampaio já receberam alta.



Seguem internadas no Hospital Regional (HR), em Presidente Prudente, sete pessoas vítimas do acidente entre dois ônibus na Rodovia General Euclides de Oliveira Figueiredo (SP-563), a Rodovia da Integração, em Mirante do Paranapanema, que matou oito pessoas na última quinta-feira (16) e deixou 46 feridos. Todos os pacientes também envolvidos na colisão e que estavam internados no Hospital Regional de Teodoro Sampaio já receberam alta.

Conforme nota divulgada pelo HR na manhã desta segunda-feira (20), três pacientes ainda estão em estado grave, sob cuidados intensivos, sendo dois homens, um de 49 e outro de 40 anos, e uma mulher, de 52 anos.

Os outros quatro seguem estáveis e fora de risco, sendo uma mulher, de 22 anos, e três homens, de 22, 55 e 54 anos. Ainda conforme a unidade de saúde, um homem de 43 anos foi transferido para um hospital particular de Presidente Prudente no último sábado (18).

Colisão frontal
O acidente ocorreu na madrugada da quinta-feira (16) e envolveu um ônibus de estudantes de Teodoro Sampaio (SP) e outro de sacoleiros de Iturama (MG). A batida frontal causou a morte de oito pessoas, que tiveram seusnomes divulgados pela Polícia Civil durante a tarde. Foram cinco mulheres e três homens.

Em luto, as universidades de Presidente Prudente (SP) onde os alunos estudavam decidiram suspender as aulas na quinta-feira (16). O veículo dos universitários voltava de Presidente Prudente, cidade onde os alunos estudavam, para Teodoro Sampaio.

Já o ônibus dos sacoleiros retornava do Paraguai, com destino à cidade mineira. O veículo de turismo pertence a uma empresa de transporte de passageiros do município e fazia a linha Iturama-Foz do Iguaçu (PR), tendo como destino final o Paraguai. No ônibus, estavam passageiros e sacoleiros de Iturama e Frutal (MG) que viajavam com o objetivo de fazer compras no país vizinho.

Os feridos foram levados para hospitais de Teodoro Sampaio, Mirante do Paranapanema e Presidente Prudente, no Oeste Paulista. De acordo com a Polícia Civil, 11 feridos foram socorridos em estado grave e 35 com lesões de natureza leve.

Investigação
A Polícia Civil investiga o caso. Segundo o delegado responsável pelo caso, Deminis Sevilha Salvucci, que esteve no local do acidente, indícios apontam que o veículo que fazia o transporte intermunicipal de estudantes, entre Presidente Prudente e Teodoro Sampaio, invadiu a contramão da pista.

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) informou ao G1 na tarde da quinta-feira (16) que o ônibus que levava os estudantes de Presidente Prudente (SP) para Teodoro Sampaio “não tinha autorização para realizar o transporte intermunicipal de passageiros”.

G1.Prudente

Incêndio destrói residência 'mista' em Presidente Venceslau

Ocorrência foi registrada neste domingo (19), no Bairro Sumaré.Conforme o Corpo de Bombeiros, ninguém se feriu.





Uma residência “mista” foi destruída por chamas neste domingo (19), no Bairro Sumaré, em Presidente Venceslau. Conforme o Corpo de Bombeiros, não houve vítimas no incêndio.

Segundo a corporação, ao chegar ao local, os bombeiros agiram rapidamente para extinguir as chamas e evitaram que o fogo se propagasse para as residências vizinhas, sendo o incêndio extinguido.

Também foram realizados trabalhos de rescaldo na área, que foi isolada para que a Perícia agisse. De acordo com a corporação, a causa do incêndio ainda é indeterminada.

G1.Prudente

Dengue faz segunda vítima do ano em Presidente Prudente

Moradora do Conjunto Habitacional João Domingos Netto contraiu a doença.Bairro será nebulizado durante todo o dia, nesta terça-feira (21).

A Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM) anunciou nesta segunda-feira (20) a confirmação de mais um caso positivo de dengue em 2017, em Presidente Prudente. A pessoa que contraiu a doença é uma mulher, de 20 anos, moradora do Conjunto Habitacional João Domingos Netto, na zona norte da cidade.

Com isso, o município registra dois casos positivos no ano – um em janeiro e outro em fevereiro. Além desses, foram registradas até o momento 207 notificações de pacientes com suspeita de dengue.

De acordo com a diretora da VEM, Elaine Bertacco, os agentes de saúde já se deslocaram para o bairro para o trabalho de bloqueio de criadouros, recolhendo todos os objetos que possam servir de focos de proliferação para o mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, da chikungunya, do zika vírus e da febre amarela.

“As chuvas e a elevação da temperatura nos meses do verão encurtam o ciclo de desenvolvimento do mosquito, favorecendo a infestação. A intensa movimentação de pessoas suscetíveis a essas doenças, aliada às condições climáticas favoráveis ao vetor, aumenta o risco de infecção”, informou Elaine.
O atual Índice de Breteau coloca o município em situação de alerta para a proliferação do mosquito.
Nesta terça-feira (21), será realizado o trabalho de nebulização nas casas do bairro durante todo o dia. Elaine orientou os moradores a autorizar a entrada dos agentes e não se esquecer de cobrir alimentos e bebedouros de animais e deixar portas e janelas abertas.

Recorde histórico
No ano passado, foram registrados mais de 13 mil casos de dengue em Presidente Prudente, recorde histórico na cidade. Além disso, segundo a VEM, a doença matou 28 pessoas no município em 2016.

G1.Prudente

PM prende dupla suspeita de render vítimas e assaltar lanchonete

Indivíduos estavam armados e levaram dinheiro, celulares e correntes.Polícia apreendeu um revólver de calibre 38 municiado e uma touca.



Dois rapazes foram presos neste domingo (19) sob suspeita de assaltarem uma lanchonete, em Presidente Prudente, no final de semana. Um revólver municiado, que era “compartilhado” para o cometimento de crimes, foi localizado e apreendido, bem como uma touca e uma motocicleta Honda Twister com placa de Dourados (MS). Na ocasião, a dupla rendeu as vítimas e levou celulares, correntes e dinheiro, cuja quantia não foi divulgada.

Equipes da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (Rocam) abordaram no Parque do Povo três indivíduos e que eram suspeitos de praticarem um roubo em uma lanchonete na Vila Ramos de Freitas na noite de sábado (18) e solicitaram apoio. Dois rapazes já eram “conhecidos”, sendo que um já havia sido preso por tráfico de drogas e roubo, de acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia da Polícia Civil.

Em vistoria, um celular foi encontrado com um dos indivíduos, sendo que este “sequer sabia a senha” e, diante das suspeitas da participação de dois dos abordados no crime do final de semana, os policiais os questionaram sobre os fatos.
Em princípio, a dupla suspeita negou a participação no assalto, mas depois, “confrontada quanto ao celular”, confessou o delito.

Conforme descreve o Boletim de Ocorrência, os indivíduos disseram que foram até a lanchonete em uma Honda Twister de cor vermelha de um deles. Um dos ladrões rendeu as vítimas com um revólver, enquanto o outro recolheu o dinheiro do caixa, celulares, correntes e uma pulseira do dono do estabelecimento.

Após as informações, a PM realizou buscas na casa dos abordados.
Na residência de um, nada ilícito foi encontrado. No entanto, na casa de outro abordado, os policiais localizaram um capuz com “buracos nos olhos”. Já no imóvel onde residia o terceiro indivíduo, a PM encontrou uma bolsa no chão, que continha em seu interior documentos pessoais e um revólver de calibre 38, municiado com quatro cartuchos íntegros e com a numeração raspada.

Os rapazes foram questionados e um disse que não sabia de nada sobre aquela arma e que o outro suspeito teria deixado a bolsa dele no imóvel no dia anterior, dizendo que continha roupas dentro, pois havia brigado com a mulher, e que depois, junto a outra pessoa, esteve lá levando mais alguma coisa e que não sabia o que era.

Diante da confissão de dois dos indivíduos, os policiais entraram em contato com as vítimas, das quais duas foram até a delegacia, onde reconheceram a dupla como autora do assalto.

Compartilhamento
Segundo o Boletim de Ocorrência, os suspeitos levaram a PM até a residência onde a arma estava, demonstrando que “portavam a arma em questão, compartilhando-a para cometimento de crimes”.
O indivíduo que tinha em sua casa a bolsa com o revólver será investigado para que sua participação seja esclarecida, “tendo em vista que a arma estava em sua casa, mas que segundo o apurado, sequer sabia da existência da mesma”, segundo o Boletim de Ocorrência.

Ainda conforme o registro, um dos indiciados informou aos policiais que a corrente e a pulseira roubadas de uma das vítimas estavam escondidas em uma praça na Cohab. Os militares realizaram diligências pelo local, mas os produtos não foram localizados. Quanto ao dinheiro subtraído, um dos rapazes disse que o gastou.

A dupla teve a prisão ratificada e será encaminhada ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caiuá. O terceiro indivíduo foi ouvido e liberado, pois sua participação no crime “não foi comprovada”, segundo o Boletim de Ocorrência.

A motocicleta de um dos suspeitos também foi apreendida, ainda de acordo com o registro, pois foi utilizada para realizar o roubo.

G1.Prudente

FGTS: Caixa Econômica funcionará em quatro sábados até julho

Depois de registrar 356 mil pessoas para tirar dúvidas sobre o saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ontem (18) em todo o país, as agências da Caixa Econômica Federal voltam abrir suas portas novamente em um sábado no dia 14 de março. Conforme calendário, as agências do banco abrirão em todo o país das 9h às 15h durante quatro sábados, sendo um por mês. Depois do dia 14 de março, as próximas datas serão 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho.

Desde a divulgação do calendário de pagamento, no último dia 14, 1,4 milhão de trabalhadores interessados em obter informações sobre o saque de contas inativas do FGTS foram atendidos nas agências, de acordo com a Caixa Econômica.

Os trabalhadores também podem tirar dúvidas pelo telefone 0800 726 2017 e no site (www.caixa.gov.br/contasinativas) das contas inativas criado pela Caixa. Para ter acesso às opções da página, o trabalhador deve informar o número de inscrição do PIS e o CPF – Cadastro de Pessoas Físicas.

O governo anunciou a possibilidade do saque de contas inativas em dezembro do ano passado, em meio ao lançamento de um pacote de medidas para estimular a economia. Pode efetuar o saque quem teve um contrato de trabalho finalizado até 31 de dezembro de 2015 e tenha saldo na conta.

O calendário de saques divulgado pela Caixa na semana passada leva em conta a data de aniversário do beneficiário. Antes das novas regras, o trabalhador podia ter acesso aos recursos de contas inativas do FGTS em alguns casos, como a aposentadoria ou a compra de um imóvel.

Calendário para sacar o dinheiro

Beneficiários nascidos em janeiro e fevereiro poderão procurar as agências da Caixa entre 10 de março e 9 de abril. Quem nasceu em março, abril e maio vai sacar o dinheiro entre 10 de abril e 11 de maio.

Trabalhadores nascidos nos meses de junho, julho e agosto vão receber entre os dias 12 de maio e 15 de junho; nascidos em setembro, outubro e novembro, de 16 de junho a 13 de julho; e nascidos em dezembro, de 14 a 31 de julho.

Os beneficiários terão quatro opções para recebimento dos valores de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço: quem tem conta-corrente na Caixa poderá pedir o recebimento do crédito em conta, por meio do site das contas inativas.

O saque também pode ser feito em caixas eletrônicos. Para valores de até R$ 1.500, é possível sacar só com a senha do Cartão do Cidadão, mesmo que o beneficiário tenha perdido o documento. Para valores de até R$ 3.000, o saque pode ser feito com Cartão do Cidadão e a respectiva senha.

Os valores do FGTS inativo também podem ser retirados em agências lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. Neste caso, o beneficiário vai precisar do Cartão do Cidadão, da senha e de um documento de identificação.

Há, ainda, a possibilidade de retirar o dinheiro diretamente nas agências bancárias. Os documentos necessários são o número de inscrição do PIS (Programa de Integração Social) e o documento de identificação do trabalhador.

É recomendado levar também o comprovante da extinção do vínculo (carteira de trabalho ou termo de rescisão do contrato de trabalho).

AgenciaBrasil.

Nos Estados Unidos, livrarias viram centros de resistência a Trump

As livrarias nos Estados Unidos estão se transformando em centros de resistência política ao presidente Donald Trump. Elas promovem debates sobre justiça social e organizam grupos de ação para provocar o novo ocupante da Casa Branca.

No movimento de protesto que surgiu à esquerda, assim que Trump tomou posse em janeiro, as livrarias entraram na guerra e assumiram papéis que vão desde simples locais de encontro a verdadeiras salas de luta política.

Enquanto as grandes cadeias, como a Barnes & Noble, que têm clientes em todas as camadas, se afastaram do campo político, as livrarias independentes, com um núcleo mais reduzido de clientes, foram se envolvendo cada vez mais na luta política.

"Muitas pessoas afirmam que viramos as nossas lojas para a revolução”, disse Hannah Oliver Depp, gerente de operações da rede Word, que tem livrarias em Nova Jersey e Nova Iorque, em declarações ao jornal The New York Times.

Resistência

Uma das iniciativas dos quais participou, e que reuniu centenas de pessoas, convidava os clientes a escrever postais aos governantes, tendo ela própria escrito ao senador Cory Booker de Nova Jersey, agradecendo pela sua resistência contra a administração Trump.

Em St. Louis, no Missouri, os donos de livrarias planejaram eventos com escritores para reverter os lucros a favor dos refugiados, e muitas lojas estão divulgando, para os clientes, informações como as escolhas de Trump para os gabinetes, a ameaça de cortar o financiamento para as cidades-santuário ou a proibição de entrada de refugiados e de muçulmanos nos Estados Unidos.

Por todo o país, livrarias independentes encheram as suas janelas e estantes com livros emblemáticos como "1984", de George Orwell, "It Can’t Happen Here” ("Não pode acontecer aqui"), de Sinclair Lewis, e outras obras sobre política, fascismo, totalitarismo e justiça social.

AgenciaBrasil.

PEC da Previdência será debatida em duas audiências públicas nesta semana

Mesmo com o início do carnaval nesta semana, as comissões especiais da Câmara dos Deputados que analisam o mérito das reformas da Previdência e trabalhista vão promover audiências públicas para debater as propostas que tramitam na Casa e também para a votação de requerimentos. Os integrantes do colegiado que analisa a reforma do sistema previdenciário - a proposta de emenda à Constituição (PEC) 287 - terão duas sessões para discutir temas centrais da matéria.

A primeira audiência está marcada para esta terça-feira (21), às 14 h. Nela serão tratados aspectos relacionados ao Regime Geral da Previdência Social, como alteração no número mínimo de contribuições, informalidade e incentivo à contribuição, fixação da idade mínima, alteração da fórmula de cálculo das aposentadorias e regras de transição.

Para discutir os temas foram convidados e confirmaram presença os presidentes da União Geral dos Trabalhadores ( UGT), Ricardo Patah; da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo; da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), José Calixto Ramos; e da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Antonio Fernandes dos Santos Neto.

Também vão participar da audiência de amanhã o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Leonardo de Melo Gadelha; o diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Clemente Ganz Lúcio; e o representante do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) Rogério Nagamine.

Na quarta-feira (22), a partir das 14 h, os deputados da comissão especial vão tratar dos temas aposentadoria por incapacidade, aposentadoria da pessoa com deficiência e Benefício de Prestação Continuada (BPC). Para o debate está confirmada a presença do ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra; do perito do Instituto Nacional do Seguro Social Miguel Marcelino Abud; da representante do Ministério Público do Trabalho Maria Aparecida Gugel; e da representante do Movimento de Pessoas com Deficiência Izabel Maior.

Reforma trabalhista

A comissão especial que analisa o Projeto de Lei 6787/16, que trata da reforma trabalhista, reúne -se também nesta terça-feira (21), em audiência pública, para debater o tema Direito Coletivo do Trabalho. Para a audiência foram convidados um representante do Tribunal Superior do Trabalho; o vice-coordenador nacional de Promoção da Liberdade Sindical do Ministério Público do Trabalho, Renan Bernardi Kalil; o advogado trabalhista José Eduardo Pastore; e Admilson Moreira dos Santos, representante do Ministério do Trabalho.

Também consta da pauta da reunião a apreciação de 72 requerimentos de convites para audiências públicas sobre a reforma trabalhista. Entre os requerimentos estão os convites  aos ex-ministros do Trabalho e Previdência Social Miguel Rossetto, Carlos Lupi e Almir Pazzianotto.

Há também requerimentos para ouvir a representante da Federação Nacional das Empregadas Domésticas Creusa Maria de Oliveira; os representantes de centrais sindicais João Carlos Gonçalves - secretário-geral da Força Sindical; Vagner Freitas - presidente da Central Única dos Trabalhadores; Adilson Araújo - presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil; Ricardo Patah - presidente da União Geral dos Trabalhadores; José Calixto - presidente da Nova Central Sindical dos Trabalhadores; e Antonio Fernandes dos Santos Neto - presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros.

Outros requerimentos que constam da pauta pedem a realização de seminários em diversas cidades para debater a reforma trabalhista.

AgenciaBrasil.

Prefeitura define programação e anuncia nome das banda que irã se apresentar no Bata Folia 2017


A Prefeitura de Bataguassu, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente com apoio do Governo do Estado definiu esta semana as bandas que animarão o Batafolia 2017.

Na abertura do evento, na sexta-feira, dia 24 de fevereiro, à partir das 23h30, o show fica a cargo da banda Quebradeira. No sábado, dia 25, no mesmo horário, a animação é da banda Thimbahia. Na primeira matinê, no domingo, dia 26, à partir das 17 horas, a atração será a banda Tentação Geral (TG). À noite, a mesma banda sobe ao palco da folia, às 23h30. Na segunda-feira, dia 27, é a vez da banda Mika 7 se apresentar no evento. O mesmo grupo será responsável pela animação da matinê da terça-feira de Carnaval, no dia 28 de fevereiro, das 17 às 20 horas; e na sequência às 20h30, tem início o show de encerramento da festa que prossegue até meia noite.

O prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB) comentou que apesar de muitos municípios terem cancelado o Carnaval deste ano por falta de recursos, Bataguassu conseguiu se planejar mesmo diante das dificuldades financeiras para dar sequência a tradição da festa no município.

Caravina destaca ainda que a partir do apoio do Governo do Estado, através da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur) e Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei), o município conseguiu aporte financeiro na ordem de R$ 25 mil para auxiliar a realização do evento.

BATAFOLIA 2017

Realizado na Avenida Porto XV de Novembro, o Batafolia 2017 contará com estrutura de praça de alimentação, segurança privada e apoio das Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal; Corpo de Bombeiros e Conselho Tutelar.

O evento é uma realização da Prefeitura de Bataguassu, com apoio do Governo do Estado, Fundtur e Sectei. A festa terá apoio também das Secretarias Municipais de Administração, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente; Educação e Cultura; Saúde, Assistência Social, Infraestrutura e Esportes e Lazer.

Sobre os vendedores ambulantes, a Prefeitura informa que nas proximidades do recinto, a permanência dos mesmos será proibida. Quanto aos foliões que quiserem levar sua própria bebida, a Prefeitura salienta que será permitida, sobretudo, a embalagem não deverá ser de vidro para evitar possíveis acidentes devido à grande circulação de pessoas no local. O Batafolia 2017 terá ainda a participação dos blocos carnavalescos tradicionais do município.

DaHoraBataguassu.

MPT inspeciona situação de frigorífico onde vazou amônia



Frigorífico Marfrig, localizado em Bataguassu - distante 335 km de Campo Grande passou por inspeção do MPT-MS (Ministério Público do Trabalho) e auditores do MPE (Ministério Público Estadual) nesta quinta-feira (16).

Segundo a assessoria de imprensa do MPT, a procuradora do Trabalho, Claudia Fernanda Noriler conduziu a inspeção, realizada para avaliar o atual panorama da unidade, onde no último dia 8 de fevereiro, ocorreu vazamento de amônia e 21 funcionários passaram mal, alguns desmaiaram.

Relatório será elaborado após a inspeção, com previsão de ficar pronto em 30 dias. Também foi pedida abertura de Inquérito Civil para investigar o caso, segundo a assessoria de imprensa do MPT.

Após o incidente, a PMA (Polícia Militar Ambiental) multou o frigorífico em R$ 500 mil por poluição atmosférica. A empresa pode ainda responder por crime ambiental que prevê pena de seis meses a um ano de detenção aos responsáveis, de acordo com a Lei 9.605/98 artigo 54.

Acidente - Rompimento de uma válvula do tanque de amônia, localizado no setor da desossa da unidade, causou o vazamento do gás, pouco antes das 13h do dia 8, deixando 21 funcionários feridos.

No dia do acidente, a Santa Casal municipal informou que não houve nenhum caso grave, mas todos os funcionários inalaram o gás.

DaHoraBataguassu.

Inscrições para programa Lote Urbanizado encerram segunda-feira, dia 20

As inscrições para o programa Lote Urbanizado, iniciativa do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Bataguassu serão encerradas na próxima segunda-feira, dia 20 de fevereiro. A informação é da Secretaria Municipal de Assistência Social, através do Núcleo Municipal de Habitação.

Segundo o responsável pelo setor, Luciano Fernandes, podem participar da seleção famílias com renda de até cinco salários mínimos, que não tenham sido beneficiadas em nenhum outro programa habitacional anteriormente e que não possuam moradia própria.

Fernandes comenta que um balanço realizado esta semana mostrou que mais de 500 inscrições já foram realizadas desde a abertura dos cadastros iniciados em janeiro deste ano.

O responsável explica que o programa irá oferecer a construção de bases de residências de 42,56 metros quadrados compostas de dois quartos, sala, cozinha e banheiro até o contrapiso, fossa séptica e sumidouro. O município fará a doação de um terreno, devidamente documentado e com a infraestrutura básica (pavimentação, patamarização dos lotes, água, luz), além da disponibilização de um profissional da área para acompanhamento da obra. Ao candidato, por sua vez, caberá a compra dos materiais e contratação da mão de obra.

Em Bataguassu, serão 50 moradias disponibilizadas a serem construídas em uma área destinada pelo município localizada no bairro Jardim São João.

INSCRIÇÕES

Os interessados no programa devem comparecer no Núcleo Municipal de Habitação anexo à Secretaria Municipal de Assistência Social localizada na rua Brasilândia, 709, no bairro Jardim Santa Maria (antiga sede da Vara do Trabalho) munidos dos seguintes documentos pessoais originais: (RG, CPF, carteira de trabalho, título eleitoral, certidão de casamento, certidão de nascimento dos filhos (dependentes), holerite e Número de Inscrição Social (NIS) para se inscrever.

Os cadastramentos, conforme o responsável, estão sendo realizados através de sistema eletrônico da Agência Estadual de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas; e das 14 às 17 horas.

Ele lembra ainda que quem tiver acesso à internet e preferir, poderá se inscrever por conta própria através do site www.agehab.ms.gov.br.

DaHoraBataguassu.

Polícia descobre laboratório que produzia 30 toneladas de cocaína por mês



Residência que funcionava como laboratório de entorpecente, no Bairro Maria Vitoria, na cidade paraguaia Pedro Juan Caballero, divisa com Ponta Porã, foi alvo de ação policial na noite de ontem. No local, além de serem apreendidos mais de dois quilos de cocaína, foi preso o paraguaio Carlos Gimenez Armos, de 42 anos.

Agentes da Secretaria Nacional Anti Drogas (Senad) encontraram na casa um quilo de substância usada para aumentar o volume da droga. Conforme informações do site Porã News, o laboratório preparava aproximadamente 30 toneladas de droga por mês.

Ainda no local foram recolhidos vários moldes de metal e diversos outros utensílios utilizados para preparar e misturar a droga. O funcionamento do laboratório surpreendeu os agentes anti drogas do Paraguai, já que trabalhava a todo vapor.

Por estar situada a poucos metros da fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã, o laboratório era usado pelos traficantes como porta de entrada de cargas de droga para grandes capitais brasileiras e posteriormente enviada a países europeus.

DaHoraBataguassu.

Mancha nas águas do Rio Paraná chama atenção de condutores na divisa de MS e SP


Na última quinta-feira (16), condutores que trafegavam pela rodovia MS-480, via que liga Mato Grosso do Sul ao Estado de São Paulo através da Usina Hidrelétrica Sérgio Motta (Porto Primavera), constataram a presença de uma mancha escura nas águas do Rio Paraná.

Uma das pessoas que passaram pelo local chegou a fazer o registro de uma imagem, onde é possível observar uma alteração significativa na coloração da água. “Tive a impressão de que teria ocorrido o vazamento ou o derramamento de alguma substância estranha na água e resolvi fazer a imagem”, disse um leitor do site.

Temendo que o fenômeno fosse indício da presença e algum produto químico que pudesse causar a mortandade de peixes e outros danos ambientais, o condutor enviou as imagens para o Nova News que, por sua vez, manteve contato com a Companhia Energética de São Paulo (Cesp), proprietária da usina.

Na tarde de sexta-feira (17), a empresa encaminhou uma nota ao site, através da qual afirma que a Cesp mantém um programa de segurança estrutural de barragem, apoiado em inspeções visuais rotineiras (mensais, semestrais); no acompanhamento do comportamento das barragens, por meio de instrumentos, e em um programa de manutenção preditiva e corretiva permanente.

Em janeiro de 2017 foi feita a inspeção de todos os instrumentos e, nesta sexta-feira (17), foi inspecionado o trecho citado pelo site, sendo que, nenhuma anormalidade foi encontrada. A Cesp informou que as barragens da Usina Porto Primavera encontram-se em condições adequadas de segurança estrutural e de operacionalidade.

A assessoria da companhia explicou ainda que, com relação à coloração observada das águas do reservatório da usina, podem ocorrer variações em função da profundidade, insolação e presença de materiais em suspensão.

NovaNews.